Epitáfio

Epitáfio segundo o dicionário significa: inscrição tumular; elogio fúnebre.  Há alguns anos atrás os Titãs, uma banda de pop-rock, bem conhecida, gravou uma música com este tema. Por trás de uma melodia simples há uma letra profunda que precisa ser pensada e refletida com muita atenção. Parece que existe um epitáfio que é escrito ao final da vida, que vai além do: “… aqui jaz…”.

Na verdade, refletindo sobre o final da nossa vida terrena podemos afirmar que existe um epitáfio que traz a nossa memória nossas ações, motivações e omissões. Creio que este deveria trazer muito mais afirmações positivas do que normalmente traz. A letra da referida música contém frases tais como: “Devia ter amado mais…Ter visto o sol nascer…Queria ter aceitado as pessoas como elas são…Devia ter complicado menos…Devia ter me importado menos com problemas pequenos…etc. Quantas pessoas tem partido desta vida com afirmações como estas no epitáfio de suas lembranças, ao invés da prática de um amor que promove mudanças na vida do próximo, e alegra o coração de Deus. Ou de atitudes simples como assistir um por do sol e refletir sobre a criatividade do Deus a quem chamamos de Pai ou mãe. E o que dizer de aprender a viver com as diferenças respeitando as pessoas com quem convivemos.

Com muita facilidade complicamos o simples. Fazemos isso com relacionamentos, com o evangelho, com a igreja de Jesus, sendo que Ele mesmo é modelo ímpar da simplicidade. Fazemos isso com a nossa missão de ser sal e luz. Enquanto nos prendemos a problemas pequenos como tentar medir a santidade dos irmãos baseados em listas criadas a partir do que nós mesmos julgamos certo ou errado. Enquanto legitimamos nossa religiosidade, carregada de uma herança  farisaica através do cumprimento de rituais vazios, o índice de homicídios e a violência de forma geral cresce de forma tão assustadora em nossa cidade.

As inscrições dos epitáfios nas lembranças dos membros do corpo de Cristo não deveriam retratar omissões e frustrações, mas ações concretas de transformação. Igreja precisamos despertar para realidade em que estamos inseridos, precisamos nos libertar da “síndrome do umbigo”. Precisamos levantar a cabeça olhar a nossa volta, tendo em mente que nossa missão é para fora, e, então, agir imitando as atitudes do nosso Senhor Jesus Cristo, que viu as multidões como ovelhas que não tem pastor e rogou ao pai que enviasse você e eu para esta seara, e tomou uma atitude concreta de amá-las a ponto de morrer por elas. Igreja, eis o nosso caminho e eis o nosso epitáfio, se o seguirmos: “Eu te glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para fazer”. João 17:4

Anúncios

~ por celsommachado em 13/05/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: